Como perder peso?

Nunca repetiremos o suficiente, mas o melhor tratamento para perda de peso, é a própria motivação!

De fato, as pessoas obesas ou com sobrepeso devem seguir regras básicas para perder peso.

Essas disciplinas são medidas essenciais a adotar se você já estiver com sobrepeso, é obeso ou deseja perder peso. Isto demanda rigor e uma motivação sem falha da parte da pessoa que inicia este tipo de mudança alimentar, pois uma vez a dieta é ativada, é necessário a todo preço respeitar para não somente constatar os efeitos mas também evitar retomar os quilos perdidos…

Assim, com uma motivação infalível, os resultados extraordinários em termos de perda de peso podem ser constatados com tratamentos básicos: atividades físicas, alimentação saudável e motivação.

Perder peso é acima de tudo um exercício mental

Ao fazê-lo, é possível perder peso agindo diretamente nas causas que resultaram no excesso de peso. Para perder peso, é necessário primeiramente que ocorra um gatilho mental na pessoa que decide se engajar no processo de perda de peso.

Este gatilho mental deve ser acompanhado de convicção e paciência, pois nada ocorrerá em pouco tempo. Essa motivação é encontrada em sua história pessoal, razões próprias que devem motivá-lo e dar-lhe a força diariamente. Se você está em família, o apoio de seus entes queridos é essencial, e muitas vezes se faz dieta em conjunto com a família.

A observação de uma mudança alimentar pelos membros da sua família pode ser benéfica especialmente se seus filhos foram acostumados com medidas alimentares pouco nutritivas e hipercalóricas, ou ainda mesmo, sua esposa ou seu esposo mostram sinais de obesidade ou caso já estejam com sobrepeso.

Não seja motivado somente pelo fato de agradar a sociedade atual e se conformar aos critérios de beleza femininos e masculinos definidos hoje em dia, pois isto pode ser mais desencorajador que estimulante. No entanto, encontrar a sua motivação na convicção que a perda de peso o fará estar melhor mentalmente e fisicamente, permitirá que você pratique atividades e se sinta menos ofegante, o que ocasionará uma boa recuperação da saúde cardíaca, um excelente recurso de determinação.

De fato, a motivação é também ligada à uma maior conscientização dos riscos para a saúde por manter-se em uma situação de excesso de peso ou obesidade mórbida. A perda de peso é antes de ser uma mudança física, uma mudança mental.

É preciso estar preparado mentalmente para mudar de vida… por um futuro melhor!

Independentemente do método de tratamento para a obesidade, no qual você está seguindo, a mudança alimentar e a atividade física farão parte de seus novos hábitos diários e serão obrigatórios.

No contexto de um tratamento com medicamentos, os resultados não aparecerão sem uma dieta adequada para multiplicar os efeitos destes tratamentos, caso contrário eles serão pouco úteis. Da mesma forma, se sua escolha é uma cirurgia de lipoaspiração, que não é um tratamento de obesidade, para que seja verdadeiramente sustentável e para não recuperar as gorduras perdidas, é necessário em seguida adaptar uma dieta alimentar hipocalórica.

Em relação às cirurgias bariátricas, bypass, anel gástrico e cirurgia de sleeve, todas indiscutivelmente impelem à uma mudança nos hábitos alimentares sob o risco de colocar sua saúde em perigo, caso não o faça.

Por que é necessário desconfiar de dietas emagrecedoras e de complementos alimentares tipo moderadores de apetite

Estes regimes emagrecedores apostam em um critério:  como perder peso rapidamente. Esta não é uma boa questão, mas sim como emagrecer de maneira sustentável. As pessoas que começam uma dieta não devem se perguntar como emagrecer rápido, mas como perder quilos acumulados em vários anos de maneira durável sem jamais recuperá-los. Esta é toda a diferença pois se você recuperar os quilos perdidos tão rápido quanto os perdeu, então pouco importa o regime emagrecedor que você segue, não adiantará nada!

Pior, isto poderá prejudicá-lo, fazendo com que perca toda a confiança em si, toda a força e especialmente fazendo com que você adquira ainda mais quilos em comparação ao que você tinha no começo da dieta. Muitas vezes, este tipo de regime promete a perda de peso rápido e conduz facilmente à uma recuperação quase sistemática dos quilos. Seja então cauteloso em relação às belas promessas de dietas emagrecedoras milagrosas, seja uma dieta Dukan e seu sequenciamento desconectado de toda lógica metabólica, ou os populares programas de marketing para emagrecer como weight watchers com menus saudáveis, que são sobretudo dietas insustentáveis.

Da mesma maneira, os complementos alimentares tipo moderadores de apetite não são recomendados. De fato, eles não servem para absolutamente nada pois não funcionam e impedem um aporte de nutrientes e vitaminas essenciais para o organismo. Evite-os!

Além disso, querer emagrecer rápido é frequentemente um sinal que a pessoa não está completamente preparada para seguir uma dieta. Não é uma boa iniciativa, pois mostra que a pessoa já começa com uma fraqueza, a de não ter força suficiente para enfrentar a duração necessária para mudar o mecanismo metabólico existente.

Seu organismo se habitua ao longo de vários anos à uma lógica alimentar e será necessário um certo tempo para se readaptar à qualquer outra coisa. No entanto, não confunda perda de peso rápido, que logo é um chamariz, e emagrecer facilmente, que é possível!

Portanto, este processo de compreensão e de adaptação de seu metabolismo, uma nova maneira de viver, de comer, de se mover, pode levar certo tempo, uma vez que seu organismo compreende que você irá impor um novo equilíbrio alimentar para emagrecer, a perda de peso será mais fácil.

Para emagrecer, um bom método é ser rigoroso, paciente, motivado e convencido dos méritos da sua iniciativa. Com isso, a perda de peso torna-se fácil. No entanto, é possível acelerar a perda de peso utilizando em complemento os termogênicos. Utilizado em um contexto de um programa hipocalórico rigoroso, eles podem se revelar como excelentes trunfos para fomentar a perda de peso;

Dicas sobre como perder peso:

Fornecemos aqui algumas dicas para perder peso de maneira sustentável sem ter que sofrer e mudar de vida radicalmente. Estas dicas para perda de peso também são eficazes em um contexto de educação infantil quando crescem em um ambiente favorável à obesidade. Uma educação alimentar é requisito para todas as idades e nunca é muito tarde para aprender!

Adotando uma boa conduta alimentar

Esta é a base de conselhos dados às pessoas que já estão com sobrepeso, podendo levar muito rapidamente à uma obesidade, assim como pessoas com excesso de peso. Uma dieta alimentar saudável e equilibrada é a melhor arma contra o ganho de peso. A palavra equilíbrio é essencial, pois se trata antes de tudo de um aporte ideal de carboidratos, lipídios, frutas e legumes.

De fato, o principal problema das pessoas com sobrepeso problemático ou com uma massa corporal importante é o desequilíbrio alimentar seguido de uma alimentação rica em calorias, em gorduras e em açúcares em detrimento de outros nutrientes. Para emagrecer de maneira sustentável, é necessário fazer um trabalho de reequilíbrio alimentar.

Isto passa por uma alimentação hipocalória. A gordura não é proibida, mas as gorduras boas são preferíveis, no entanto elas não devem ser tão presentes como os legumes. De acordo com seu nível de sobrepeso, estas instruções devem ser objeto de uma aplicação mais ou menos drástica.

Por exemplo, as pessoas que constatam um sobrepeso moderado ou até mesmo um sobrepeso de fato, podem adotar medidas dietéticas e reduzir seu aporte calórico mantendo uma parte de gorduras boas, com o objetivo de impedir o processo de ganho de peso e de desregulamentação metabólica na operação e condução para um estado de obesidade, estágio onde a perda de peso se mostra mais longa.

No entanto, pessoas obesas devem seguir as instruções de maneira muito rigorosa pois o metabolismo se desregula e se habitua a um novo ritmo abundante e pouco nutritivo: é necessário reeducar o estômago mas também os mecanismos cerebrais. De fato, antes de recorrer a essas reservas, o corpo buscará sempre utilizar o que lhe é disponível. Deste modo, se uma pessoa obesa continua a produzir gordura (mesmo as reduzindo), o corpo não emagrecerá; por perder gordura, é necessário simplesmente eliminá-las. O corpo, uma vez que ele compreende que ele deve utilizar suas reservas de gordura sem esperar por um aporte calórico, ele irá buscá-las e isto permitirá queimar gordura.

É este processo metabólico de eliminação, no qual seu corpo não está habituado e que leva certo tempo: imagine ter que reiniciar uma máquina complexa no sentido oposto, enquanto ela era habituada ao contrário por anos! É neste período de restauração e readaptação que todo seu vigor e motivação são necessários: assim que o novo mecanismo tomar lugar, você irá perder peso muito facilmente. É necessário levar em consideração o intervalo de tempo, pois não serão uma ou duas refeições hipocalóricas que mudarão seu metabolismo.

É necessário comer menos, reduzir as quantidades a fim de reduzir o tamanho do seu estômago, e reequilibrar a sua dieta para regular o seu metabolismo. Nesta perspectiva, certas práticas involuntárias podem ser ruins, porém dicas simples permitem evitar estes ganhos de peso inconscientes.

É sensato aprender a ler os rótulos dos produtos no supermercado e não comprar diretamente produtos ditos leves ou diet: estes produtos ditos dietéticos terão talvez no total menos calorias, mas muitas vezes têm muita quantidade de açúcar.

Este é particularmente o caso de produtos para café da manhã ou barras para lanche ditas leves que terão talvez menos calorias no total, mas a proporção em açúcar será mais elevada que em outros produtos.

A este respeito, o número total de calorias é um bom indicador, mas é importante observar a composição destas calorias: se há muitas proteínas e menos carboidratos, este produto poderá ser preferencial face a outros com menos calorias, mas que contêm mais açúcar.

Enfim, uma alimentação caseira será sempre mais saudável, com qualidade e nutritiva que a compra de produtos mesmo emagrecedores ou qualquer outro produto do supermercado. Por isso, as pessoas com sobrepeso ou obesas, que consomem muitos produtos industriais e preparados, devem reaprender a cozinhar e redescobrir o gosto dos alimentos frescos e caseiros. É necessário portanto, aprender, compreender e conhecer o que comemos.

Por exemplo, o sal é frequentemente ignorado na dietas, mas ele é um fator que favorece o ganho de peso e freia a perda de peso, assim como favorece as doenças cardiovasculares. Quem nunca comeu um chips ou um biscoito salgado sem sentir vontade de comer outro logo em seguida? É que o sal excita o paladar e favorece a secreção de dopamina, assim como aumenta a sensação de fome: pratos salgados, principalmente, nos leva à repetição.

Além disso, o sal favorece a retenção de líquido. Diminuir o consumo de sal é uma dica para perder peso de maneira mais eficaz. Cozinhar em casa permite a substituição de sal por outros temperos ou ervas, evitando a adição de sal à mesa. O que também permite escolher boas gorduras como:

  • óleo de oliva
  • óleo de colza
  • óleo de amendoim
  • ácidos graxos insaturados

Pois todas essas gorduras ajudam a reduzir o colesterol ruim!

A composição de seu bolo alimentar é importante ou até mesmo ponto central, mas o ritmo da ingestão de alimentos é também um parâmetro que não deve ser deixado de lado. É importante respeitar horários regulares e evitar os petiscos que estimulam constantemente o estômago e o faz crescer em tamanho.

Se hidratando corretamente

O bolo alimentar também é composto de líquidos incluindo água, elemento vital para manutenção da vida. No entanto, a água raramente é escolhida em comparação aos refrigerantes e bebidas açucaradas oferecidos especialmente nos cardápios. Em alguns países, eles são ainda mais baratos do que água! É o caso do México, primeiro consumidor por habitante de bebidas açucaradas e refrigerantes do mundo (Coca-Cola vem à mente) à frente dos Estados Unidos e está entre os 20 países com pessoas mais obesas no mundo.

Além disso, alimentos hipercalóricos e ricos em sal, muitas vezes escolhidos no contexto de um ambiente favorável à obesidade tendem a aumentar a sede, e especialmente a escolha por bebidas consideradas ultrarrefrescantes como as bebidas gasosas. Seu efeito refrescante é instantâneo, mas muito efêmero e ilusório, incitando a ingestão de outro copo após pouco tempo. É necessário então beber água, e banir as bebidas açucaradas e refrigerantes com o mesmo título dos sucos de frutas ditos “100% naturais”: é falso!

Eles também são carregados de açúcar e sua taxa é muito próxima a dos refrigerantes, no mínimo 7 porções de açúcar. Se você tem vontade de beber um suco de laranja mais que um copo de água, nada como fazer você mesmo e extrair todas as vitaminas e minerais para se beneficiar do suco natural de frutas. A água também pode ser substituída pelo chá, pelos seus benefícios antioxidantes e anti-inflamatórios benéficos para o organismo. Não se deve tomar mais de 10 xícaras por dia – o que já é uma grande quantidade – para não provocar efeitos nocivos (devido à cafeína e ao tanino).

Ao total, prefira água, a mais pura, e mais saudável e a mais refrescante das bebidas, e beba muito: os efeitos diuréticos são também um impulso para a perda de peso.

Praticando atividades físicas regulares

A prática regular de uma atividade física é primordial, estando com sobrepeso ou não. Além da vantagem de fazer perder peso de maneira sustentável, mover seu corpo permite manter uma saúde física mais prolongada e retardar seja o aparecimento de certas doenças da velhice como artrose ou doenças cardiovasculares.

Para as pessoas com sobrepeso que desejam perder peso, não se deve somente adaptar seu gasto calórico à sua ingestão de calorias, mas também fazer uma tentativa gradual para a prática de uma atividade esportiva mais intensa e mais regular.

De fato, é na duração e na regularidade que os efeitos contra a obesidade são mais positivos e eficazes.

O corpo e os músculos têm memória, eles serão mais capazes e dispostos a gastar a energia fornecida pelos alimentos que eles estão habituados, e farão mesmo com um pequeno esforço físico trivial. Se você começar pouco a pouco a habituar seu corpo a queimar calorias, ele fará mais e mais facilmente. Mencionamos novamente a paciência que leva à uma eficácia durável na perda de peso.

Para os obesos, a corrida é um dos melhores esportes. Primeiramente porque a corrida permite secar, forçando seu corpo a utilizar gorduras. Recomendamos além disso correr com o estômago vazio, o que é mais eficaz. A corrida também é um esporte que faz exercitar o sistema cardíaco, permitindo a redução de doenças cardiovasculares, muito frequentes e com alto risco em pessoas com sobrepeso. É necessário portanto, começar o hábito de correr todos os dias, obviamente será difícil ultrapassar 15 minutos, mas é necessário fixar objetivos diários e aumentar a distância e o tempo progressivamente.

Especialmente no início, pois mais uma vez, se mentalmente é o momento mais difícil, é também o mais crucial para o metabolismo, que deve compreender o novo ritmo de vida imposto. Se você corre uma vez, de vez em quando, os esforços serão em vão. A partir do momento em que você começa, é necessário levar em consideração: os resultados não serão vistos imediatamente, mas após algumas semanas de esforço, os resultados virão de repente e se manifestarão cada vez mais.

É necessário no entanto, adicionar a musculação à corrida. De fato, perder gordura é uma coisa, mas transformar o músculo é outra. Grandes fisiculturistas têm uma dieta especial : absorver o máximo de gorduras em um tempo mínimo e transformá-las rapidamente em músculos.

Os obesos devem seguir o mesmo princípio mas com a dificuldade de transformar as gorduras acumuladas durante anos e armazenadas profundamente, especialmente as gorduras do abdômen e das coxas.

A este respeito, perder a barriga leva certo tempo, pois é lá que estão as células de gordura viscerais e profundas. O alcance destas camadas necessita a eliminação das camadas armazenadas mais superficiais. Para perder peso no abdômen, ter mais músculos na cintura abdominal é essencial.  Emagrecer as coxas leva menos tempo, mas

E por fim, a última dica para capitalizar seus esforços: aumentar a sua taxa metabólica. É o gasto energético mínimo que permite a manutenção da vida e o funcionamento vital: respirar, fazer funcionar os órgãos, mesmo dormir consome energia. Este metabolismo básico varia de acordo com as pessoas, mas aquelas que têm uma atividade física maior irão gastar mais energia mesmo em repouso.

Assim, se você habitua seu organismo a mover e seu metabolismo ativo, ele trabalhará ainda mais quando você estiver inativo.

Dormindo melhor

Temos visto a relação entre a duração do sono e o ganho de peso. Estes resultados podem ser surpreendentes, mas são uma oportunidade de dar atenção para uma parte de seu dia que pode ser minimizada. Os especialistas recomendam uma noite de sono de pelo menos 7 horas, idealmente 8 horas e lembre-se que uma hora de sono a mais permite a redução em 9% da exposição do risco de obesidade.

Primeiramente, dormir uma boa noite de sono proporciona outros benefícios além da luta contra obesidade: ela reforça as defesas imunológicas, permitindo um repouso dos órgãos e a proteção mais durável do coração, assim como age na atividade cerebral que se torna menos irritável, estressada e nervosa.

Como um lembrete, a noite de sono ajuda no combate ao sobrepeso deixando o sistema metabólico de repouso: falta de sono é gerador de grelina, um hormônio que desperta o apetite. Se você permanece acordado, você estará então propenso a desejos por comida pelo efeito metabólico, mas também por um efeito mecânico, que está ligado com sua manutenção ativa, necessitando um aporte de energia, ainda mais forte do que quando você está cansado.

Além disso, à noite, o metabolismo cansado está menos apto a eliminar e assimilar os alimentos que ele aporta, e preferirá estocá-los o que é muito prejudicial ao seu peso.

Enfim, ao dormir menos, as pessoas estão menos preparadas para enfrentar picos de stress, estimulando ele mesmo o apetite. Esta combinação de circunstâncias reforça a ideia de que o sono permite a conservação máxima de um ritmo alimentar e evita a alimentação noturna, que o expõe a impulsos que levam ao desejo incontrolável de comer, prejudiciais para sua saúde.

Dormir bem e por muito tempo também auxilia no controle do seu ciclo metabólico, e até mesmo durante o dia, e permite não precipitar-se na ingestão de alimentos, um dos fatores para ganho de peso. Por outro lado, comer melhor e de forma equilibrada permite a chegada do sono mais facilmente, com isso é possível se beneficiar de um sono reparador.

Caso você seja obeso, tente adotar um ciclo de sono regular e dedique pelo menos 8 horas para seu repouso noturno, justamente após um jantar leve : evite lanches não saudáveis à noite.

Administrando melhor seu stress e sua ansiedade, e fortes emoções.

Já vimos como o stress é um fator de ganho de peso, especialmente por elevar os níveis de cortisol no cérebro. O stress deve ser aprendido a ser gerenciado a fim de controlar a ingestão de alimentos, mas administrar o stress permite também outros benefícios.

É verdade que não é fácil: é necessário aprender a conhecer seu stress, sua origem e de acordo com a sua propensão ao stress, considerar vários meios de ação. As pessoas submetidas a picos de stress em momentos pontuais e identificados (provas, trabalho) e que compensam via ingestão de alimentos de maneira desorganizada como comer enquanto trabalha, devorar uma embalagem de bolinhos para se tranquilizar, podem antecipar estes picos e limitar o desgaste privilegiando por exemplo, alimentos pouco calóricos como frutas ou frutas secas que fornecem energia e estimulam o corpo positivamente.

É necessário também fazer um trabalho interno para evitar ceder no momento onde estes picos ocorrem. As pessoas estressadas de maneira quase contínua e que comem muito para encontrar conforto devem tentar identificar a origem deste stress e combatê-lo considerando exercícios de luta contra o stress :

  • Ioga
  • meditação
  • sofrologia
  • esporte
  • ..

O esporte de combate por exemplo, é conhecido por ser uma excelente opção. É necessário a todo custo evitar se fechar na angústia. Estas dicas e procedimentos a seguir são também aplicáveis para ansiedade, emoção muito próxima do stress que é também uma origem da ingestão de alimentos, assim como a depressão.

Estar oprimido por sentimentos negativos como tristeza e a melancolia são também propícios ao ganho de peso, procurando uma compensação emocional na comida. Tudo isso deve ser combatido, de um lado para melhorar sua vida diária e sua saúde mental, por outro lado, para evitar um ganho de peso.

Obviamente é difícil e isto exige esforço, mas ao invés de se fechar interiormente e alimentar suas emoções com pacotes de batatas fritas ou chocolate, tente ver o lado positivo e se incentive a praticar uma atividade estimulante nova ou que habitualmente você ama, e mergulhe nisso.

A concentração e o envolvimento farão desaparecer o desejo por comida assim como proporcionarão uma nova fase em sua vida, com o desejo de continuar seus esforços a longo prazo.

Isto pode ser acompanhado da ingestão de infusão de certas plantas como:

  • a Erva-de-São-João, com propriedades antidepressivas e calmantes
  • à base de Jasmim, lavanda, ou Açafrão, de propriedades calmantes.

Como perder peso rapidamente?

Essas dicas para perder peso são básicas e fundamentais conselhos a seguir, se você deseja perder peso de maneira sustentável. Para obter mais informações, por favor consulte a página de medicamentos para emagrecer.

Como havíamos mencionado, um médico, nutricionista ou dietista poderá acompanhá-lo no seu processo criando um programa nutricional adaptado ao seu metabolismo para emagrecer de maneira mais eficaz.

Também pode ser interessante acompanhar sua dieta hipocalórica para tratamento contra obesidade sob a forma de termogênicos. Atenção, não recomendamos a utilização sistemática e única com base na ingestão destes comprimidos para perda de peso, mas na fase de início onde se trabalha a reeducação do metabolismo que deve desencadear uma nova mecânica, estes medicamentos provam muitas vezes que são recursos reais para perda de peso.  Perante os resultados que eles provocam nas primeiras semanas, também auxiliam as pessoas a manter a sua motivação. Para obter mais informações, por favor consulte a página do produto antes de comprar Xenical online, que é um termogênico bem conhecido por sua eficácia.

Em relação às pessoas que possuem obesidade mórbida com um índice de massa corporal superior a 35, é necessário considerar maneiras mais radicais, na medida em que a obesidade é verdadeiramente profunda e será difícil eliminá-la. Cada vez mais praticadas, as cirurgias bariátricas são nestes casos, uma solução a seguir. Estas dicas para perder peso serão igualmente aplicáveis, pois o comportamento alimentar pós-operatório deve mudar radicalmente. Certamente não é uma solução fácil, mas uma solução de último recurso.

Página revista em: 5 Outubro 2016 por Dr. Ricardo Hernández, Médico por 16 anos