Hirsutismo

O hirsutismo se manifesta por um excessivo crescimento de pelo, no corpo e/ou na face da mulher.

É um sintoma de um desequilíbrio hormonal e pode causar em algumas mulheres um sentimento de vergonha.

  • Afeta de 1 a 3 mulheres em 20
  • Pode ser frustrante e difícil de conviver
  • Facilmente tratado com Vaniqa

O que é o Hirsutismo?

O hirsutismo é um sintoma resultante, normalmente, de um desequilíbrio hormonal. Como todos os sintomas, existem consequências. De fato, o hirsutismo só afeta as mulheres e é caracterizado pela aparição de pelos masculinos em áreas onde as mulheres logicamente não deveriam ter pelos.

Hirsutismo: As zonas afetadas são
Acima do lábio superior (bigode)Queixo (barba)
Na parte superior e na parte inferior das costasNa barriga
No peitoSobre os ombros
Coxas

 

Esta grande pilosidade pode ter consequências muito graves na vida de uma mulher. Ela pode sentir-se desconfortável e se fechar.

E porque muitas mulheres não se atrevem a deixar as pernas nuas quando não estão depiladas? Não existe nenhum estudo sério sobre o assunto, mas a partir do que vemos nas ruas todos os dias, podemos dizer que a percentagem deve ser muito baixa. Então, imagine se essas mulheres tivessem uma pilosidade masculina abundante na face? Poucas mulheres assumiriam completamente.

Como explicado anteriormente, o hirsutismo ocorre muitas vezes devido a um desequilíbrio hormonal, mas isto nem sempre é o caso.

Hirsutismo: Outros fatores podem aumentar os níveis de hormônios masculinos em uma mulher
Hiperplasia adrenal congênita (quando as glândulas produzem o hormônio cortisol em excesso)Síndrome de Cushing: causada principalmente por certos medicamentos, que leva à uma superprodução do hormônio (cortisol), que em doses elevadas provoca o hirsutismo
Tumores dos ovários ou glândulas suprarrenais (câncer)Síndrome do ovário policístico
Presença de cistos nos ovários (ovários policísticos)Acromegalia (quando o indivíduo produz em abundância hormônios de crescimento ao longo da vida, resultando em um desenvolvimento anormal do tamanho de seus membros. Exemplo: pés / mãos)
MenopausaObesidade
E até mesmo certos medicamentos
Alguns sedativos, tais como fenobarbitalOs esteroides anabólicos
Alguns tratamentos contra a epilepsia (fenitoína)Os tratamentos usando Minoxidil (2% para as mulheres) que se destinam a tratar a pressão arterial elevada ou problemas de calvície/queda de cabelo anormal.
Medicamentos à base de ciclosporina (geralmente prescritas após transplante de órgãos)

 

Em todos os casos, não é recomendado realizar um autodiagnóstico quando você notar o aparecimento de pelos indesejados de um dia para outro. Na verdade, o hirsutismo pode ser um sinal de alerta de uma doença mais grave para a sua saúde. Quando os primeiros pelos aparecerem nas áreas onde não deveriam aparecer, você deve falar com um médico ou profissional de saúde que irá diagnosticar com precisão a doença que você tem.

O hirsutismo refere-se ao crescimento excessivo de pelos em mulheres. Esta pilosidade pode aparecer em muitos lugares, incluindo o lábio superior, queixo, área da coxa ou peito. As vítimas de hirsutismo podem sentir um certo constrangimento. No entanto, esta é uma doença comum, uma vez que se estima que cerca de 3 em cada 20 mulheres irá desenvolver em algum momento de sua vida um problema de hirsutismo.

O excesso de produção de hormônios masculinos (androgênio) é a principal causa de hirsutismo. Este excesso pode ser o resultado de uma condição conhecida como síndrome de ovário policístico (SOPC), que se caracteriza pelo desenvolvimento de pequenos cistos em torno dos ovários e pode provocar um desequilíbrio hormonal. Alguns estudos estimam que a doença explicaria 72% dos casos de hirsutismo. Os tratamentos para os sintomas da SOP podem variar de acordo com a paciente, mas podem incluir a prescrição de pílulas anticoncepcionais ou outras terapias hormonais.

vaniqaMas por vezes, o hirsutismo se explica simplesmente como o resultado de um aumento significativo no nível de androgênios no organismo. Embora seja normal que um certo nível de androgênios esteja presente no organismo, a sua presença pode causar muitos sintomas desagradáveis, incluindo o hirsutismo.

Vaniqa é um creme desenvolvido pela empresa farmacêutica espanhola Almirall, e que ajuda a aliviar os sintomas de hirsutismo. Este creme não interrompe permanentemente o crescimento dos pelos nas áreas afetadas. No entanto, ele retarda o crescimento do pelos e facilita sua gestão diária.

O agente ativo do creme Vaniqa é o eflornitina, que neutraliza a ação da enzima ornitina descarboxilase, responsável pelo crescimento do pelo. Graças a esta ação, o Vaniqa bloqueia a enzima e diminui a intensidade dos sintomas. Dois meses de tratamento podem ser necessários para se ver os primeiros resultados. Por esta razão, pode ser necessário tomar medidas em paralelo para facilitar a remoção dos pelos.

Fontes

Lost Password